PUBLICIDADE
in

Mudança no PIX: Banco Central quer acabar com saques grátis ilimitados

PUBLICIDADE

O Banco Central abriu no dia 10 de maio a Consulta Pública 87/2021, com o intuito de levar à população brasileira as duas novidades oferecidas pelo sistema PIX: o PIX Saque e o PIX Troco.

PUBLICIDADE

As novidades estão programadas para chegar até o acesso da população durante o segundo semestre de 2021, e a consulta com a proposta ficará disponível até o dia 9 de julho, para a população opinar.

Além das duas novidades ofertadas, o Banco Central também propõe na consulta que se determine um limite mensal de saques gratuitos, para a função de PIX Saque.

Conheça o PIX e como ele funciona

PIX

O PIX é um sistema financeiro que possibilita a realização de transferências, recebimentos e pagamentos de maneira instantânea. Esse sistema do Banco Central funciona todos os dias da semana, inclusive aos sábados, domingos e feriados, e está ativo 24 horas por dia.

Esse método de pagamento possibilita que as pessoas transfiram, paguem ou recebam valores em dinheiro a qualquer momento do dia ou da noite, sem taxas e sem burocracias.

O que essas novas funcionalidades oferecem?

Além da função original oferecida por esse método de pagamento, agora também serão possíveis novas possibilidades através do sistema. O PIX Saque terá a função de oferecer a possibilidade de os clientes realizarem saques de dinheiro em espécie.

O Banco Central pretende que a novidade seja disponibilizada não apenas em caixas eletrônicos, mas também em instituições financeiras e até mesmo em estabelecimentos comerciais.

PUBLICIDADE

Já o PIX Troco, possibilitará que quando um cliente estiver realizando uma compra em um estabelecimento comercial, ele realize o pagamento de um valor maior do que o valor do produto, via PIX, e o lojista devolva a diferença, que no caso será o troco, em espécie.

Essas duas novas funcionalidades terão um funcionamento parecido com o do PIX que já é conhecido, no entanto, nesses casos, o pagamento deverá ser autenticado através da leitura de um QR Code gerado no ato.

Haverá cobrança de taxas sobre essas transações PIX?

Segundo a consulta pública, o Banco Central sugere aos bancos ou instituições financeiras que detém a conta da pessoa que realizará o saque via PIX Saque, coloquem um limite de quatro saques gratuitos por mês. Então, a partir do quinto saque, poderá ser cobrada uma tarifa sobre a transação.

PUBLICIDADE

O Banco Central também informou que deverá estabelecer um limite máximo no valor que poderá ser sacado por dia através do sistema, que provavelmente será no valor de 500 reais.

Você também pode se interessar por: Whatsapp disponibiliza possibilidade de realizar pagamentos pelo aplicativo; Saiba tudo!

Lista VIP

Inscreva-se para receber nosso conteúdo exclusivo por e-mail

Você foi inscrito com sucesso.

Por favor, verifique se seu e-mail está correto.

PUBLICIDADE