PUBLICIDADE
in

Novo Golpe Pix: Conheça os métodos utilizados e se proteja!

PUBLICIDADE

O método de pagamento eletrônico instantâneo, o Pix, foi lançado oficialmente em outubro de 2020, com o intuito de oferecer segurança e agilidade aos pagamentos realizados a qualquer dia e horário.

PUBLICIDADE

Pesquisas realizadas pelo Banco Central do Brasil (Bacen) apontam que o uso do Pix já superou os métodos de pagamentos convencionais, alcançando mais de 1,5 bilhão de transações. 

Por se demonstrar seguro e ágil, esse sistema vem atraindo novos adeptos, no entanto, a facilidade que o Pix demonstra ao realizar serviços bancários também tem atraído golpistas com o interesse de usar as facilidades dessa ferramenta a seu favor. 

Conheça os métodos utilizados pelos golpistas

Pix

Os golpistas têm utilizado a agilidade do Pix, realizando movimentações rápidas, gratuitas e a qualquer momento para a vítima ter menos tempo para perceber que caiu em um golpe, podendo não conseguir cancelar o serviço bancário.

Para que isso não ocorra, é de suma importância que você fique atento aos tipos de fraudes que estão sendo utilizadas. Veja a seguir os principais golpes do Pix:

Link

Você deve desconfiar de qualquer link enviado com relação à atualização ou problema no Pix, esse não é o protocolo utilizado pelas instituições financeiras. Geralmente o link enviado são de sites de bancos onde a vítima digita seus dados, e então são roubados.

QR code

O Pix disponibiliza serviços através de QR code, o que dá mais valor à rapidez do sistema. Entretanto, os golpistas se apossaram disso para realizar falsas cobranças de contas da vítima enviando um QR code adulterado e então recebendo o pagamento.

PUBLICIDADE

Bug do Pix

Através de publicações espalhadas pela quadrilha em redes sociais, é anunciado a descoberta de um bug no Pix onde os golpistas descrevem que ao transferir dinheiro para uma determinada chave Pix, você receberá o dobro do valor transferido.

Clonagem do WhatsApp

Com o surgimento do Pix, um dos ataques mais comuns realizados pelos golpistas foi aprimorado. Agora, o criminoso se passa por um funcionário de alguma empresa para conseguir o código de segurança do wpp da vítima.

Ao conseguir acessar o perfil da pessoa, os criminosos abordam os contatos da vítima pedindo ajuda financeira por meio do Pix, já que provavelmente o dinheiro não será recuperado.

PUBLICIDADE

Fique atento ao golpe do Pix

Instituições financeiras só podem ser responsabilizadas se a situação envolver um vazamento de dados do consumidor, então mantenha a atenção ao utilizar esse serviço, desconfiando de links, ações de empresas utilizando o Pix e promessas de dinheiro fácil.

Ao realizar pagamentos por meio do Pix, fique atento e lembre-se que esse sistema é seguro.

Você pode se interessar por: Imposto sobre grandes fortunas? Saiba tudo sobre a PL

Lista VIP

Inscreva-se para receber nosso conteúdo exclusivo por e-mail

Você foi inscrito com sucesso.

Por favor, verifique se seu e-mail está correto.

PUBLICIDADE